Translate

Etiquetas

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Nebulizadores - sim ou não?

Este foi um tema sugerido por uma leitora do blogue e que eu considero extremamente pertinente abordar, até porque hoje em dia está um pouco "na moda" os pais comprarem um nebulizador para fazer os "vapores" em casa aos filhos. 
Como alternativa existem as câmaras expansoras (provavelmente desconhecidas para a maioria das pessoas), mas que também permitem a administração de medicação a nível pulmonar, quando tal é necessário. Sendo assim, penso que é um bom exercício debruçar-me um bocadinho sobre as vantagens e desvantagens de cada um desses aparelhos...
Começando pelo preço, a câmara expansora fica claramente em vantagem, pois custa cerca de um terço dos nebulizadores. Também em relação à eficácia na administração dos medicamentos, os estudos demonstram que a primeira é bastante mais eficaz, tendo ainda como outra vantagem o facto de necessitar de muito menos tempo, o que aumenta a colaboração das crianças (cerca de 1 minuto contra os 20-30 minutos do nebulizador).
A grande vantagem dos nebulizadores é o poderem ser utilizados para tornar as secreções mais líquidas, administrando apenas soro fisiológico, o que não é possível com as câmaras expansoras. Na maior parte das vezes não é preciso administrar medicação, pelo que este aspecto acaba por ter algum significado.
Posto isto (e pesando bem os "prós" e os "contras" de cada um), penso que se tiver que decidir entre estas duas opções, a câmara expansora parece-me ser uma escolha mais vantajosa. No entanto, trata-se sempre de uma escolha pessoal, pois se forem bem utilizados, não existem grandes diferenças entre ambos.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Como preparar os leites de bebé (em pó)?

Todos os leites têm instruções na lata sobre como devem ser preparados.
No entanto, a regra é universal: deve-se colocar uma colher rasa (que vem na lata) de pó para cada 30ml de água. Assim, por exemplo, se colocar 120ml de água deve adicionar 4 colheres de pó.
Um cuidado que deve ter é o de colocar sempre primeiro a água, porque isso permite uma preparação mais homogénea. Também a temperatura da água é importante, porque se estiver demasiado quente (a ferver), pode criar grumos no leite ao misturar, o que dificulta a sucção do bebé.
Não deve trocar as colheres de lata, particularmente se forem de marcas e/ou etapas diferentes, porque a densidade do pó não é sempre a mesma, o que faz com que o tamanho da colher também varie.
Estas regras são válidas para todos os tipos de leite, sejam "normais", "AR", HA", hidrolisados ou de outro tipo qualquer.
Posto isto, penso que não terá grandes dúvidas na preparação do leite do seu filho...