Translate

Etiquetas

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Vale a pena comprar alcofa?

Não é fácil responder a esta questão de forma muito objectiva, mas vou ver se consigo.
No meu entender, a alcofa não é um "utensílio" imprescindível quando se vai ter um filho, pois pode perfeitamente ser substituída pela babycoque e berço. Assim, vou tentar explicar o meu ponto de vista para cada um dos contextos em que o bebé está inserido:

  • Casa:
    • por vezes a alcofa é utilizada como um substituto do berço nos primeiros tempos de vida e, apesar de não ser propriamente errado, não é a melhor solução
    • concordo que é mais confortável para o bebé do que a babycoque, mas aí acho que se o colocar numa espreguiçadeira ou numa mantinha enquanto brinca com ele acaba por fazer o mesmo efeito
  • Automóvel:
    • não é, de todo, a melhor opção, mesmo que esteja homologada, excepto se permitir o transporte "de costas" (algumas são "convertíveis" em babycoque e essas sim, podem ser úteis)
    • excepto em casos de grandes prematuros ou malformações da coluna, a babycoque deve ser sempre a opção
  • Carrinho de passeio:
    • também aqui concordo que a alcofa possa ser um pouco mais confortável e é, de facto, a única situação em que eu acho que pode ter algum benefício (embora a maior parte dos bebés goste muito de estar na babycoque, porque se sentem confortáveis)
Posto isto, não me parece que a alcofa seja indispensável e, uma vez que a maternidade é uma altura em que se gasta muito dinheiro, pode ser uma ajuda para gerir o seu orçamento. De qualquer forma, se quiser comprar não me parece nada mal, porque provavelmente vai mesmo acabar por utilizá-la (se calhar não vai é durar tanto tempo como provavelmente imagina, porque o seu filho vai crescer muito depressa nos primeiros tempos). No entanto, é importante ressalvar que deve sempre preferir as alcofas rígidas às moles, pois são bastante mais seguras.

2 comentários:

  1. Olá!
    Antes de mais parabéns pelo blog! E obrigada pelo espaço de partilha!
    Sou mãe de primeira viagem e há uma duvida que nos assola cá por casa:
    Relativamente à caminha do bebé para os primeiros meses de vida, o que aconselha?
    - Há quem sugira a alcofa no quarto dos pais, mas como disse, talvez não seja a melhor opção;
    - Poderá dormir desde logo na cama de grades? Há quem diga que é demasiado grande e, por isso, desconfortável para o bebé...
    - Ou então escolher um berço "portátil" como os que existem de uma das marcas mais conhecidas para crianças.. A minha duvida quanto a esta opção é: sim, é mais pequeno; uma das versões existentes até permite ajustar à cama dos pais com abertura; mas terá um colchão suficientemente bom?
    Já temos a caminha de grades no quarto da bebé, mas ainda não decidimos se a devemos colocar no nosso quarto ou então optar por uma das outras opções...
    Será que nos pode ajudar?
    Melhores cumprimentos,
    Ana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde,

      Obrigado pelo comentário.
      Penso que se já têm a cama de grades, pode ser essa a opção, desde que a coloquem no vosso quarto.
      Se não se sentirem confortáveis assim, podem sempre optar pelo berço, que tem uma longevidade maior do que a da alcofa. Quanto ao colchão, os bebés pequenos pesam muito pouco, portanto não me parece que seja muito relevante.
      Espero ter ajudado.
      Cumprimentos,

      Hugo Rodrigues

      Eliminar