Translate

Etiquetas

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Quando é que o uso das novas tecnologias deixa de ser positivo e passa a ser preocupante?

Essa é mesmo a questão fundamental, porque com bom senso, tudo (ou quase tudo) pode ser permitido.
O problema é quando as crianças deixam de mostrar interesse por outros brinquedos, jogos, livros, achando tudo "uma seca", porque é menos estimulante. A própria interacção com os adultos e outras crianças passa para um plano secundário, o que é um verdadeiro contra-senso, uma vez que as crianças aprendem desde pequenas a socializar e é suposto que retirem prazer dessas relações que vão criando.

Tudo isto acaba por culminar numa de duas situações:
- castigos, porque os pais querem travar a "escalada" e sentem que já estão a perder o controlo
- cedência dos pais, o que leva as crianças a um verdadeiro "abandono tecnológico", ficando entregues a elas próprias e aos seus aparelhos
Em relação aos adolescentes, a questão prende-se também com a verdadeira "dependência" que muitos têm dos telemóveis e tablets. A palavra certa é mesmo dependência, porque em grande parte dos casos ultrapassa o limite do aceitável e passa a ser um comportamento patológico. Há muitos adolescentes (e adultos) que ficam em verdadeiro stress por estar algum tempo sem telemóvel, com mal-estar psicológico e, muitas vezes, manifestações físicas de batimento cardíaco acelerado, aumento da transpiração e tremor, entre outros. Ninguém tem dúvidas que tudo isto é extremamente preocupante e esta é uma área com a qual ninguém está muito à vontade para tratar. Penso que os próximos tempos trarão ainda mais mudanças...

Sem comentários:

Enviar um comentário