Translate

Etiquetas

domingo, 10 de janeiro de 2016

Com que idade é que as crianças devem começar a fazer análises "de rotina"?

Essa é uma questão um pouco sensível, porque não há propriamente recomendações muito formais em relação a este tema.
No entanto, o primeiro ponto a reforçar é que fazer análises "para ver se está tudo bem" não é uma boa prática em Pediatria. Claro que, como em tudo, há algumas excepções e as duas principais são as seguintes:
- rastreio de falta de ferro - o ferro é o único mineral em falta nos países Europeus e também na América, pelo que a Academia Americana de Pediatria recomenda fazer a avaliação das reservas de ferro a todos os bebés com menos de 1 anos e, posteriormente, se houver défice de ferro confirmado. Em Portugal, a Direcção Geral de Saúde recomenda apenas a partir dos 12-13 anos, consoante o padrão alimentar, padrão menstrual e factores de risco para falta de ferro
- colesterol (dislipidémia) - se possível, a partir dos 2 anos deve ser feito um rastreio "oportunista" (se a criança colher análises por outro motivo deve-se aproveitar a oportunidade). Se houver factores de risco deve mesmo ser feito esse rastreio a partir dos 2-4 anos

2 comentários:

  1. Olá dr. gostaria de saber o que posso colocar no rosto do meu bebe tem sempre as bochechas vermelhas, pele atopica claro. Gostaria de saber mais informações sobre esse tema. Aguardo a sua publicação sobre esta matéria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde,

      Obrigado pela sugestão, vou tratar de escrever um post sobre o assunto.
      Para já, o ideal é mesmo colocar um bom creme hidratante, sem perfumes nem parabenos, pelo menos 2-3x/dia.
      Cumprimentos

      Eliminar